quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Aconteceu ontem em BH uma manifestação de movimentos de luta por moradia, coordenada pela CSP-CONLUTAS.

A manifestação interrompeu as duas pistas do anel rodoviário por 2h, como forma de chamar a atenção das autoridades para a situação das comunidades Camilo Torres, Irmã Dorothy e Dandara.

As três comunidades têm ordem de despejo expedida, que só não foi executada devido às eleições, quando uma ação policial afetaria negativamente a imagem do prefeito Márcio Lacerda e do governador Anastasia.

As comunidades reivindicam o fim das ameaças de despejo e a legalização dos terrenos em nome de seus moradores.

Depois do ato os manifestantes prestaram solidariedade aos moradores das “Torres gêmeas”, que foram impedidos pela polícia de voltar para suas casas depois de incêndio ocorrido anteontem.



CANDIDATOS DO PSTU ESTIVERAM PRESENTES
Os candidatos do PSTU apóiam a luta por moradia e estiveram presentes na manifestação..

Vanessa Portugal, Giba (Dep. Federal) e Gustavo (Dep. Estadual) representaram o partido e defenderam a regularização imediata das ocupações urbanas: “Anastasia e Márcio Lacerda querem expulsar pais e mães de família de suas casas. Precisamos resistir a este ataque, e exigir moradia digna para as comunidades Camilo Torres, Irmã Dorothy e Dandara”, afirmou Vanessa.



LUTA POR MORADIA É NACIONAL

A Manifestação em BH é parte da jornada nacional de luta por moradia da CSP-CONLUTAS, com várias manifestações em todo o país, culminando com um ato em Brasília nesta quinta, 23 de Setembro.

O objetivo da jornada é reivindicar a posse dos terrenos das ocupações urbanas, a construção de moradias e de infra-estrutura básica para estas comunidades.

Hermano Melo

0 comentários:

Postar um comentário